Portal do ServidorTribunal de Justiça de Alagoas

Notícias

Gestão de Competências: etapa de validação prossegue a partir de segunda-feira (24)

O Tribunal de Justiça de Alagoas segue, de 24 a 28 de julho, com a etapa de validação dos mapeamentos feitos pelos servidores para a implantação do Programa de Gestão de Competências. Nesta semana, devem participar integrantes de Gabinetes, Câmaras e de setores como Precatórios, Patrimônio, Subdireção, entre outros.

De acordo com o analista judiciário Cleiton Falcão, da Diretoria de Gestão de Pessoas do TJ/AL, a intenção é atender todas as unidades participantes em três semanas. “Na reunião são feitos os ajustes e a correlação dos níveis de conhecimento com as atribuições dos servidores. A previsão é que cada consultor atenda quatro unidades, ou seja, um total de oito por dia”, explicou.

Locais da validação

Para as unidades que fizeram agendamento com o consultor Thiago Evangelista, o encontro será, de segunda a quinta, na sala da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário (APMP), no 5º andar do prédio antigo do Tribunal. Na sexta-feira (28) ocorrerá no Pleninho 2, no 1º andar do prédio novo.

Já para aquelas que agendaram com a consultora Caroline Redivo, a reunião será na sala da Coordenação dos Juizados Especiais, no 2º andar do prédio antigo do TJ/AL. Dúvidas sobre o agendamento podem ser tiradas pelo telefone (82) 4009-3248 ou pelo e-mail desenvolve@tjal.jus.br.

Primeira semana

A primeira semana de validação ocorreu de 17 a 21 deste mês. Participaram integrantes da Justiça Itinerante, da Diretoria de Comunicação do TJ/AL (Dicom), da Diretoria Adjunta de Administração (Darad), entre outras unidades.

O juiz André Gêda e a servidora Tereza Padilha representaram a Justiça Itinerante. O magistrado contou que o projeto foi bem acolhido pelos servidores do setor e que traz melhorias no desenvolvimento das atividades. “Nós fazemos isso em relação a atribuições que o servidor tem no setor, com o objetivo de ampliar o leque, já que ele mesmo pode ser multiplicador da função que desempenha, fazendo com que o setor não dependa só de uma pessoa”, comentou.

O objetivo do TJ/AL com a implantação do programa de Gestão de Competências é mapear as aptidões dos servidores do Poder Judiciário de Alagoas. As informações levantadas com a identificação das competências de cada servidor serão utilizadas pela Escola da Magistratura (Esmal) para realizar o planejamento das capacitações de forma mais assertiva.

Próxima etapa

O consultor Thiago Evangelista contou que a próxima fase do projeto está prevista para setembro e será voltada para avaliar o comportamento dos servidores em seu local de trabalho. “Farei uma palestra com uma amostra significativa dos servidores, não só com representantes, para que eles possam nos contar os comportamentos que gostam ou não em seu ambiente de trabalho. Através desse diagnóstico vamos fazer o inventário comportamental, isto é, quais são os comportamentos que precisam ser desenvolvidos ou reforçados nas pessoas e quais precisam ser evitados”, explicou.

Diego Silveira e Graziela França - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240

Publicada em: 23/07/2017

¿Gestão de competências: etapa de validação começa na segunda-feira (17)

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) inicia, nesta segunda-feira (17), mais uma etapa do Programa de Gestão de Competências, que busca mapear as aptidões dos servidores do Judiciário. Até o próximo dia 21, será feita a validação do mapeamento realizado nas unidades.

Nessa etapa, deverão comparecer o servidor que fez o mapeamento e o diretor/chefe imediato, assessor ou, conforme o caso, o magistrado responsável pela unidade.

As reuniões de validação terão duração de duas horas e o servidor responsável deverá levar o arquivo do mapeamento, de preferência, em um pen drive. Dois consultores da empresa Leme Consultoria analisarão os mapeamentos realizados. Eles farão a correlação entre as atribuições e os conhecimentos técnicos e consolidarão os níveis de conhecimentos necessários para cada atribuição.

Locais da validação

Para as unidades que fizeram agendamento com o consultor Thiago Evangelista, o encontro será na sala da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário (APMP), no 5º andar do prédio antigo do Tribunal.

Já para aquelas que agendaram com a consultora Caroline Redivo, a reunião será na sala da Coordenação dos Juizados Especiais, no 2º andar do prédio antigo do TJ/AL. Dúvidas sobre o agendamento podem ser tiradas pelo telefone (82) 4009-3248 ou pelo e-mail desenvolve@tjal.jus.br.

Diretoria de Comunicação - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3240 / 3141

Publicada em: 17/07/2017

Servidores vão mapear atribuições e competências técnicas de suas unidades: Ação faz parte do Progra

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) finalizou, nesta quarta-feira (31), mais uma etapa do Programa de Gestão de Competências, que tem como objetivo mapear as aptidões dos servidores do Judiciário. Cento e vinte e três servidores do TJ/AL e de unidades da capital e do interior participaram dessa fase do programa, que deve ser implementado até fevereiro do ano que vem.

Os participantes foram capacitados para fazer o mapeamento de seus setores de trabalho, informando os serviços prestados, as atribuições e as competências técnicas necessárias para a execução das atividades. De 19 a 21 de junho, o consultor Thiago Evangelista, da empresa Leme Consultoria, estará disponível para tirar dúvidas. A validação do mapeamento está prevista para o período de 12 de julho a 4 de agosto.

“Gestão por competências é um processo para conduzir as pessoas a atingirem as metas e os objetivos da organização através de suas competências técnicas e comportamentais”, explicou Thiago Evangelista. Ainda segundo o consultor, muitas instituições dizem quais as metas que precisam ser alcançadas, mas não preparam seus funcionários. “Isso acaba promovendo um distanciamento entre o que foi planejado e aquilo que realmente foi executado”, destacou.

Um dos participantes do treinamento foi o coordenador do Fundo Especial de Modernização do Poder Judiciário (Funjuris), Cleógenes Rizzo. Para ele, o programa é importante por focar nas competências dos profissionais. “O conhecimento e o talento de cada um passam a ter um destaque maior na administração”, destacou.

De acordo com o analista judiciário Cleiton Falcão, da Diretoria de Gestão de Pessoas do TJ/AL, as informações levantadas com a identificação das competências de cada servidor serão utilizadas pela Escola da Magistratura (Esmal) para realizar o planejamento das capacitações de forma mais assertiva. “O foco será na competência que precisa ser desenvolvida em cada servidor visando ao alcance dos objetivos do Tribunal. Saberemos também com exatidão o número de servidores que precisarão de capacitação em determinada matéria, como Direito de Família, SAJ ou Relacionamento Interpessoal, por exemplo. Os treinamentos serão mais direcionados”, avaliou.

Diego Silveira - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240

Publicada em: 07/06/2017

Programa de Gestão de Competências capacita servidores para nova etapa do projeto

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) realiza, nos dias 29, 30 e 31 deste mês, nova etapa do Programa de Gestão de Competências, que visa mapear aptidões dos servidores do Judiciário. Os participantes serão treinados na aplicação de questionários, buscando conhecer as competências técnicas dos profissionais de suas unidades e setores. As capacitações ocorrerão no Auditório 2 do TJ/AL.

Na segunda-feira (29), das 8h às 12h, o treinamento será com servidores do 1º Grau de algumas unidades da Capital e do interior. Já na terça-feira (30), também das 8h às 12h, participarão servidores dos setores administrativos do 2º Grau. Nesse mesmo dia, das 14h às 18h, serão treinados os que atuam nos gabinetes e nas Câmaras. Na quarta-feira (31), das 14h às 18h, a capacitação envolverá servidores de outros setores.

O consultor da empresa Leme Consultoria ministrará o treinamento de inventário de competências técnicas aos servidores para que eles apliquem os questionários em suas unidades e depois repassem as informações obtidas. “Os servidores aprenderão a técnica de coleta, do que trata a gestão de competências, já que para muitos será o primeiro contato com o projeto, além da metodologia a ser utilizada, para que eles retornem e façam a coleta dos dados”, explicou o gestor do projeto, Cleiton Falcão.

Ainda segundo ele, o questionário busca saber o conhecimento necessário para que o servidor realize seu trabalho. “O questionário permite saber o que o servidor precisa ter de conhecimento, pois não podemos tomar decisões sobre monitoramento, capacitação e outras demandas sem essas informações. Com esse mapeamento, vamos identificar o que ele precisa saber, o que tem de conhecimento e o que falta para chegar no ideal da função que desempenha”, explicou o gestor do projeto.

Duas semanas após o treinamento, haverá um plantão para tirar as dúvidas que eventualmente surgirem no período de aplicação do questionário. Nesta etapa, não foram convocados os servidores de todas as unidades. Novas convocações ocorrerão à medida que o programa avance.

Graziela França - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240

Publicada em: 31/05/2017

Autorização de Acesso à Receita Federal

Agora você já pode consultar, aqui no Portal, se sua Autorização de Acesso à Base de dados da Receita Federal foi recebida no RH e está devidamente arquivada.
Note que a autorização isenta o servidor e magistrado de enviar, anualmente, a declaração de bens ao órgão, conforme determina a legislação aplicável.

Publicada em: 23/05/2017

TJ inicia mapeamento de competências técnicas dos servidores

A Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP) iniciou a etapa de mapeamento de competências técnicas, nesta terça-feira (25), como parte do programa de gestão de competências, que está sendo implantado no Tribunal de Justiça de Alagoas.

Servidores da Central de Mandados do Fórum do Barro Duro e do Departamento de Cadastro da própria DGP receberam orientações do consultor Thiago Evangelista, da empresa Leme Consultoria.

O consultor explicou do que se trata o programa e ensinou a metodologia para a coleta das competências técnicas. Os servidores deverão então elaborar detalhadamente as competências técnicas exigidas para os postos de trabalho. Eles ainda podem tirar dúvidas com o consultor, durante esta quarta-feira (26). No dia 27, o mapeamento deve ser homologado.

Como explica o analista judiciário Cleiton Falcão, servidor da DGP e gestor do programa, o procedimento consiste em um “piloto” para o mapeamento, que em breve será executado na maioria dos setores do Judiciário alagoano, porém com um prazo mais alongado.

“Estamos fazendo ainda o levantamento das pessoas e dos setores que farão parte da próxima etapa, que será grande e executada na Esmal, em quatro turmas”, disse Cleiton.

De acordo com o gestor, o objetivo do mapeamento é, por exemplo avaliar se o servidor está exercendo a função em que é mais útil, e identificar quais conhecimentos o servidor precisa e ainda não possui. “Com a implantação do programa, a gente vai ter dados com os quais trabalhar e assim desenvolver políticas de treinamentos, visando a melhoria dos resultados, através das pessoas”, explicou.

Isaac Neves - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240
http://www.tjal.jus.br/comunicacao2.php?pag=verNoticia¬=11477

Publicada em: 26/04/2017

Programa de gestão por competências vai mapear aptidões de servidores do Judiciário

A empresa contratada para realizar consultoria em gestão de competência no Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) apresentou, nesta quinta-feira (6), a segunda etapa de implantação do programa ao presidente Otávio Leão Praxedes e ao corregedor-geral da Justiça, desembargador Paulo Lima.

“Essa empresa foi contratada para ouvir todos os seguimentos do Judiciário e tem como objetivo qualificar os funcionários, proporcionar um melhor funcionamento dos setores, encontrar os gargalos de procedimentos e diminuir o número de processos em determinadas varas. Eles vão fazer um trabalho pesquisando, mantendo o contato com os servidores, desembargadores e juízes, visando melhor estruturar a Justiça alagoana”, explicou o presidente.

Para o desembargador Otávio Praxedes, o investimento é importante e proporcionará resultados positivos a longo prazo. “Depois desse trabalho, vamos otimizar o sistema, organizar cursos de qualificação dos servidores e saber também quais vão poder mudar de trabalho, sendo mais bem aproveitados em outras áreas, muitas vezes até diante de uma qualificação que eles procuraram de forma pessoal”, disse.

De acordo com o gestor do contrato, o analista judiciário Claiton Falcão, a empresa Leme Consultoria desenvolverá o trabalho no período de 12 meses. A princípio estão sendo mapeadas as unidades administrativas e judiciárias de todo o estado, para depois escolherem as pessoas que participarão de um treinamento para coleta de informações.

“O foco é a melhoria do trabalho do servidor e da prestação jurisdicional, porque vamos buscar o que cada um tem competência de fazer, aquilo que lhe falta de conhecimento para desenvolver um melhor trabalho e dar um treinamento mais direcionado”, explicou.

Durante a apresentação de como será desenvolvido o trabalho, o diretor técnico da Leme Consultoria, Renan Sinachi, destacou que um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), entre os anos de 1995 e 2006, demonstrou que as instituições públicas investiram 200% a mais em capacitações, enquanto a qualidade do trabalho aumentou apenas cerca de 14%.

“Quando você é treinado em algo que não usa, você não melhora seu trabalho. É necessário ter consciência de quais são as reais necessidades de capacitações para potencializar o desempenho dos servidores. Instituições que têm gestão por competência têm produtividade 22% superior, quando comparadas com as que não têm”, explicou.




Robertta Farias – Dicom TJ/AL

imprensa@tjal.jus.br – (82) 4009-3240 / 3141

http://www.tjal.jus.br/comunicacao2.php?pag=verNoticia¬=11410

Publicada em: 19/04/2017

¿TJ disponibiliza informes de rendimento para declaração do imposto de renda

A Diretoria de Gestão de Pessoas do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL) disponibilizou, na última sexta-feira (24), por meio eletrônico, os informes de rendimento dos servidores para fins de declaração do imposto de renda. De acordo com a Receita Federal, deverá declarar, até o dia 28 de abril, o contribuinte que recebeu, em 2016, rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70.

Para acessar o documento não é necessário se dirigir ao setor. Basta entrar no Intrajus e clicar no ícone “Portal do Servidor”. Em seguida, deverá ser colocado o número da matrícula do servidor, a senha e fazer a verificação.

Publicada em: 29/03/2017

PESQUISA DE CLIMA

A PESQUISA DE CLIMA JÁ ESTÁ DISPONÍVEL PARA RESPOSTA.

Publicada em: 10/03/2017

Gestão de Pessoas do TJ/AL realiza pesquisa de satisfação dos servidores

Com objetivo de identificar o nível de satisfação e motivação dos servidores, a Diretoria Adjunta de Gestão de Pessoas (DAGP) do Poder Judiciário de Alagoas disponibiliza uma pequisa de clima organizacional, entre os dias 6 de março e 31 de maio, no portal do Servidor, por meio do ícone “Pesquisas - preenchimento”.

A pesquisa é um instrumento utilizado para analisar o ambiente interno e fazer o levantamento das necessidades dos servidores. Devem responder os efetivos, temporários e cargos em comissão, além dos magistrados. A ação está em conformidade com o planejamento estratégico 2015-2020 do TJ/AL, com orientação da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário (APMP).



Servidores devem acessar o Portal do Servidor por meio do intrajus, e então clicar no botão da Pesquisa.

“É muito importante que o servidor responda essa pesquisa para que nós possamos identificar quais são as condições que impactam em suas atividades no Tribunal, se está relacionada ao clima de trabalho, a carreira ou a infraestrutura”, explicou Cleiton Falcão, da DAGP.

A ferramenta busca mapear a motivação do servidor, por meio da apuração de seus pontos fortes, deficiências, expectativas e aspirações, além de servir para elaborar diagnóstico para subsidiar novas políticas institucionais de melhoria na prestação dos serviços jurisdicionais e na Qualidade de Vida.

Após a etapa de aplicação dos questionários, que deve ser respondida por todos os servidores, haverá o levantamento dos dados coletados e análise, para posteriormente ser apresentado um relatório com os resultados.

A Diretoria Adjunta de Gestão de Pessoas tem à frente o servidor Klístenes Silva Lessa.

Graziela França - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240

Publicada em: 08/03/2017

TJ promove primeiras capacitações para implantação de gestão de competências

As primeiras capacitações para implantação do programa de gestão de competências começaram na manhã desta segunda-feira (6) e vão até a próxima quarta (8), na sede do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ/AL). O programa busca mapear as aptidões dos servidores e as necessidades de capacitação dos funcionários lotados em todas as unidades da Justiça alagoana.

A primeira fase do projeto, realizado pelo Departamento de Desenvolvimento de Servidores da Diretoria de Gestão de Pessoas do TJ/AL, será executada pela empresa Leme Consultoria, e consiste em capacitar o comitê de implantação e planejar toda a execução do projeto, em reunião que acontecerá no dia 9 de março. O contrato da empresa de consultoria prevê o acompanhamento por um ano. Após isso, o comitê continua o trabalho de avaliações e ajustes quanto às competências dos servidores.

Durante a reunião, foram abordados os métodos que serão utilizados pelos membros do comitê para realização das etapas de mapeamento, avaliação, comunicação e ajustes. Na ocasião, foram discutidas também outras demandas referentes à implantação do programa e como reconhecer e capacitar os servidores de acordo com o que for avaliado.

Integram o comitê de implantação do programa Cleiton Falcão, Joaquim Leite e Ana Higino, da Diretoria de Gestão de Pessoas, Alexandre Caiado, da Assessoria de Planejamento e Modernização do Poder Judiciário (APMP), e Ana Carolina, do gabinete do desembargador Fábio Bittencourt, além dos consultores da empresa Leme, Thiago Evangelista e Edna Tizeu.

Graziela França - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240

Publicada em: 08/03/2017

Judiciário de AL implanta programa de gestão de competências

Com objetivo de conduzir os servidores conforme suas competências, a Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP), inicia a implantação do programa de gestão de competências, que buscar mapear as aptidões dos servidores, assim como as necessidades de capacitação dos funcionários lotados em todas as unidades da justiça alagoana. As primeiras capacitações acontecerão entre os dias 6 e 8 de março.

A primeira fase do projeto, realizado pelo Departamento de Desenvolvimento de Servidores da DGP, será executada pela empresa Leme Consultoria, e consiste em capacitar o comitê de implantação, realizar reuniões com a alta direção e planejar toda a implantação do projeto, o que acontecerá no dia 9 de março. O contrato da empresa de consultoria prevê o acompanhamento por um ano. Após isso, a DGP prossegue com o trabalho.

“Na conclusão do projeto, começaremos as fases de avaliação, em que cada servidor será avaliado com base nas funções e atividades que cada um desempenha. Cada servidor terá um Plano de Desenvolvimento Individual, indicando as competências que possui e as que precisa adquirir. A partir disso, vai se formar um ativo de informações que ajudará a planejar diversas ações relacionadas à Gestão de Pessoas”, explicou Cleiton Falcão.

De acordo com Cleiton, o programa auxilia na tomada de decisão de uma maneira mais técnica e menos empírica, impulsionando o desenvolvimento da carreira do servidor. “Em resumo, é como se o Tribunal no final da implantação fosse ter um parâmetro para poder avaliar e conduzir os servidores, o que hoje não existe”, disse.

Para o consultor Thiago Evangelista, da Leme, a implantação do programa traz benefícios para diversas áreas do Judiciário, melhorando desde a conscientização de competências até o atendimento aos jurisdicionados pelos servidores.

“Nós notamos que após a implantação do programa há a melhora no serviço jurisdicional, pois os servidores entendem melhor como devem ser realizadas cada função e sobre suas competências, percebemos também a mudança nas varas administrativas”, ressaltou Thiago.



Graziela França - Dicom TJ/AL
imprensa@tjal.jus.br - (82) 4009-3141/3240

Publicada em: 08/02/2017

Diretoria de Gestão de Pessoas capacita servidores para usar o sistema ADMRH

Os servidores da Diretoria Adjunta de Gestão de Pessoas (DAGP) do Tribunal de Justiça do Estado de Alagoas (TJ/AL) iniciaram, nesta segunda-feira (23), um treinamento sobre como utilizar de forma plena o sistema ADMRH – Gestão de Recursos Humanos. O sistema gerencia a vida funcional de todos os servidores e magistrados do Judiciário alagoano.

A capacitação é orientada por Maicon Guzzon Lima, representante da empresa desenvolvedora do software. O objetivo do curso é aprimorar o entendimento dos servidores sobre o sistema, de modo que eles passem a utilizar todos os módulos disponíveis na plataforma em sua integralidade. Participarão do curso, que segue até sexta-feira (27), servidores do Departamento Financeiro de Pessoal (Defip) e do Departamento de Saúde e Qualidade de Vida (DSQV), ambos vinculados à DAGP.

“Após o curso, os servidores do DSQV passarão a utilizar o sistema. Dessa forma, todas as informações da vida funcional dos servidores e magistrados estarão interligadas dentro do software, o que facilitará o gerenciamento e a integração das informações que nós temos que prestar sobre os servidores”, explica o diretor de Gestão de Pessoas, Klistenes Lessa.

Ainda de acordo com o diretor, o treinamento está alinhado ao plano de melhorias da prestação de serviços da Diretoria Adjunta de Gestão de Pessoas e torna-se ainda mais importante porque no ano de 2017 o TJ/AL planeja recadastrar todos os seus servidores ativos, inativos, comissionados e efetivos.

“O último recadastramento aconteceu há cerca de quatro anos e estamos sentindo uma grande necessidade de realizar este trabalho novamente. Tenho certeza de que iremos conseguir fazer isso porque contamos com o apoio da presidência do Tribunal”, informa Klistenes.

Publicada em: 24/01/2017

Novo Portal do Servidor

Agora, de uma forma mais fácil e elegante você pode visualizar seu contracheque, fazer sua declaração de bens, bem como programar suas férias. Clique na opção ACESSO SERVIDORES no canto superior direito e confira.

Publicada em: 26/07/2016
Código de verificação
Executar